12.5.02021

administração da cidade

Se uma administração municipal com mais de 3 funcionários precisa de soldados para funcionar mais ou menos, então os cidadãos responsáveis ​​devem pensar duas vezes.

Mesquita

Há uma mesquita na Weinsberger Strasse há muito tempo, mas esta esquina parecia mais uma loja de sucata há muito tempo, e deve-se ficar feliz quando um investidor embeleza o conjunto com um novo prédio e, assim, atualiza toda a área.

O que me espanta é que ao longo dos anos quase ninguém se aborreceu com o facto de o operador desta mesquita parecer ser mais um ramo do Presidente turco do que uma comunidade religiosa, o que, como leigo, também pode ser visto pelo facto de a bandeira turca está a acenar ali, o que deveria ser extremamente raro em frente a mesquitas, mesmo na Turquia, e na Alemanha só as embaixadas e consulados têm o direito de o fazer.

Seja como for, os fiéis reúnem-se regularmente na mesquita existente para celebrar o seu serviço, que, aliás, é garantido pela Lei Básica e deve agradar a todos os fiéis, independentemente da sua religião.

Então, o que vai mudar com um novo edifício? De qualquer forma, torna a área mais atrativa e também impulsiona a economia local. Também pode ser o caso de que mais muçulmanos estejam tentando se estabelecer ao redor da mesquita, e o número de pessoas que visitam a mesquita aumentará como resultado, o que, a propósito, trará benefícios econômicos para todos.

Só acho possível que isso conduza a um caos regular no trânsito, como é frequentemente divulgado na imprensa, se a cidade de Heilbronn continuar a desempenhar as suas tarefas de controlo de forma demasiado negligente, porque as multas de trânsito regulares fazem com que todos utilizem e trens de alta velocidade na cidade Visite o estacionamento no estacionamento do arranha-céus, venha a pé ou de transporte público.

capitalismo

O capitalismo emparelhado com a democracia é a única forma funcional de coexistência humana que permite a todos levar uma vida meio justa e ordenada.

Todos os outros modelos, especialmente aqueles que estão particularmente comprometidos com a justiça social, igualdade e humanidade, só levam pastores a estuprar crianças e funcionários de instituições sociais, na melhor das hipóteses, esperando que você mesmo seja frio antes de estuprá-lo. Sem falar nos protagonistas de uma vida melhor, que deixam quase todo capitalista verde de inveja.

Sob o manto da decência e da justiça, as batalhas de distribuição são piores do que em qualquer anarquia, e ninguém sabe as regras exatas pelas quais jogar - melhor ainda, apenas os bem-humorados e estúpidos se apegam a elas, o resto usa desrespeito às suas próprio benefício.

Assim acontece que aqueles que defendem a justiça social e outros eufemismos e que deveriam garantir sua implementação são exatamente os que mais se beneficiam deles.

Bem ao contrário do capitalismo, onde todos sabem onde estão e também têm a chance de uma vida bem-sucedida; melhor ainda, você não precisa viver uma vida ditada pelo Estado, instituições ou moralizadores. E é justamente essa oportunidade real de uma vida melhor que mantém uma sociedade viva no longo prazo e, por meio da democracia, da gratidão e da caridade, garante que os menos bem-sucedidos também se beneficiem em geral.

Lembre-se, nós humanos somos as únicas criaturas que acariciam suas vítimas antes de matá-las! E ainda é melhor tomar cuidado com um lobo do que ser comido por um lobo em pele de cordeiro.


"Lupus est homo homini, non homo, quom qualis sit non novit."

Tito Maccio Plauto, Asinária (comédia)

pensamentos 3 sobre "12.5.02021"

  1. Isso é um desafio, já que dois tópicos estão sendo misturados aqui. Com vista para a mesquita, posso segui-lo e também concordar.

    Fiquei impressionado com a polêmica em preto e branco do debate ideológico no sentido de capitalismo livre por um lado e comunismo por outro, que ameaça a liberdade ali. Até agora, nenhum dos polos mencionados realmente se comprovou. A verdade está, como tantas vezes, no meio dos dois pólos. O capitalismo predatório desenfreado, que coloca o indivíduo em um pedestal elevado que negligencia a comunidade e as consequências a longo prazo para eles, é tão ineficaz quanto o comunismo de estado leninista, que, com sua excessiva elevação do coletivo, leva ao contrário, uma ditadura dos quadros do partido. A este respeito, tenho uma clara contradição. Não porque eu não compartilhe fundamentalmente da opinião, mas porque a complexidade da realidade significa que o pêndulo não pode oscilar nem para um modelo extremo nem para o outro.

    O home oeconomicus que se comporta completamente ou pelo menos em parte racionalmente não existe. Nunca existiu e não existirá no futuro. E isso é bom. Um ser puramente racional é antiempático e ética e normativamente irresponsável. Só por isso não sou amigo dos pressupostos básicos de um capitalismo neoclássico incompreendido que confunde o poder da competição e do economicamente mais forte com “liberalidade” e estiliza o mercado como uma panacéia.

    1. Esse também é um dos meus posts de microblog, em que misturo tudo o que posso e espero que um ou outro morda a isca, e como resultado haverá uma troca de pontos de vista, que depois expandirei em um blog um pouco mais elaborado publicar. Se uma discussão começar, esperamos que continue nos fóruns.

Postar um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com * marcado