Microsoft Office

Postar foto: Logotipos do Microsoft Office | ©Microsoft

Como se tornou muito popular reclamar de todos os produtos da Microsoft em geral e do Microsoft Office em particular, gostaria de defender o pacote Office da Microsoft com esta postagem no blog.

Se alguém tivesse que encontrar um argumento matador para o Microsoft Office, seria muito fácil encontrar - o Microsoft Office não é da SAP!

Eu mesmo estou muito feliz em pagar pelo Microsoft Office e faço isso desde a versão Microsoft Office 3.0 (de 1992) e desde 2011 tenho a versão de assinatura do Office 365, que agora é conhecida como Microsoft 365. Eu também uso o pacote do Office no Windows e no meu Mac.

Por motivos profissionais, já fui confrontado com o Word para DOS e tive de perceber que, internacionalmente, dificilmente se pode prescindir do Word, Excel (mais tarde como Access) e sobretudo PowerPoint. A coisa toda foi então complementada pelo Outlook e todos os produtos do Office pelo menos se tornaram o padrão no mundo militar. Portanto, não é de surpreender que meu único treinamento em produtos Office tenha sido em uma academia militar francesa. Na Bundeswehr, pelo menos na minha época, presumia-se que os oficiais alemães podiam fazer qualquer coisa desde que tivessem um manual de operação à sua disposição.

E até hoje, a primeira coisa que faço é instalar um pacote do Office em todos os meus computadores, mesmo admitindo que agora uso principalmente software completamente diferente. No entanto, não quero ficar sem esses produtos da Microsoft e sempre fico surpreso com o que você pode usar para esses produtos - mesmo que esse uso dificilmente tenha sido planejado pelos desenvolvedores.

Para resumir, não importa o que meus concidadãos digam sobre o Microsoft Office, só posso recomendar esses produtos a todos e ainda estou convencido de que o manuseio sem erros deles não é apenas parte da educação geral de hoje, mas também é uma necessidade absoluta em (quase) todos os ambientes profissionais.

Também estou convencido de que se nossas administrações pudessem lidar com esses produtos da Microsoft apenas pela metade – se não fossem forçados a serem atormentados com produtos SAP – nossa burocracia não estaria no estado miserável que todos temos que experimentar hoje.


"O único problema com a Microsoft é que eles simplesmente não têm botão. Eles não têm absolutamente nenhum gosto. E não quero dizer isso de uma forma pequena, quero dizer isso de uma forma grande, no sentido de que eles não pensam em ideias originais e não trazem muita cultura para seus produtos."

Steve Jobs em entrevista no documentário da PBS “Triumph of the Nerds: The Rise of Accidental Empires” (1996)
Você pode apoiar este weblog no Patreon!

Postar um comentário

Seu endereço de email não será publicado.